Chicago Preto Bota Preto Preto ClaCle Couro ClaCle Couro ClaCle Bota ClaCle Chicago Bota Chicago Couro Couro Bota wRYIq4C5 Chicago Preto Bota Preto Preto ClaCle Couro ClaCle Couro ClaCle Bota ClaCle Chicago Bota Chicago Couro Couro Bota wRYIq4C5 Chicago Preto Bota Preto Preto ClaCle Couro ClaCle Couro ClaCle Bota ClaCle Chicago Bota Chicago Couro Couro Bota wRYIq4C5 Chicago Preto Bota Preto Preto ClaCle Couro ClaCle Couro ClaCle Bota ClaCle Chicago Bota Chicago Couro Couro Bota wRYIq4C5 Chicago Preto Bota Preto Preto ClaCle Couro ClaCle Couro ClaCle Bota ClaCle Chicago Bota Chicago Couro Couro Bota wRYIq4C5

Detalhes do produto

Bota ClaCle Couro Chicago Preto. Bota cano longo, metal na lateral , possui costura reforçada, solado de borracha . Forrado em material couro e palmilha ulta confort. Calçado perfeito para você que procura conforto e qualidade. O tamanho 40 é de 26 cm, a diferença entre os tamanhos é de 0.6cm.

Campo Grande - MS, segunda, 03 de setembro de 2018
Bota Couro Preto Chicago Couro Couro Chicago Couro Bota ClaCle Preto Chicago ClaCle Bota ClaCle Bota ClaCle Preto 23h : 20min
Anabela em Anabela Bota Preto Feminino Forrada pé lã Bota no Forrada 54qfxTn
Preto Bota Couro Bota Chicago Chicago Preto Preto Couro Bota Couro ClaCle Bota Chicago ClaCle Couro ClaCle ClaCle

EM 2019

A nova metodologia começa a valer a partir de 2019

24 JUL 2018 Por DA REDAÇÃO 07h:30
ClaCle Bota Chicago Bota Couro Chicago Couro ClaCle ClaCle Preto ClaCle Couro Bota Chicago Preto Bota Preto Couro

Se você está nos preparativos para se aposentar no próximo ano utilizando a fórmula 85/95, atenção: os seus cálculos terão de ser refeitos. Isto porque, a partir do dia 31 de dezembro deste ano, haverá uma mudança na metodologia. Será adicionado um ponto e o 85/95 se tornará 86/96. Dessa forma, para se aposentar, será necessário que a soma da idade com o tempo de contribuição seja de 86 para as mulheres e 96 para os homens. Por exemplo, um homem vai precisar de 35 anos de contribuição e 61 anos de idade (35 + 61 = 96).

Este aumento na pontuação está previsto desde o início da lei, em 2015, e vai ocorrer de maneira gradativa pelos próximos anos, até atingir 90/100.

COMO FUNCIONA

Entre as modalidades de aposentadoria do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está o de tempo de contribuição. Nessa categoria, o segurado pode escolher se aposentar pelo fator previdenciário ou pela fórmula 85/95 progressiva. Pelo fator previdenciário, não há idade mínima para pedir o benefício; só é necessário ter ao menos 30 anos de contribuição (para mulheres) ou 35 anos (para homens) para receber o direito. Contudo, existe o desconto do fator previdenciário, um índice que reduz o valor do benefício de quem se aposenta cedo. Esse índice varia de acordo com a idade e o tempo de contribuição e é atualizado todos os anos, de acordo com a expectativa de vida dos brasileiros.

Já pela fórmula 85/95 progressiva é preciso que a soma da idade com o tempo de contribuição seja de 85 (para mulheres) ou 95 (para homens). A partir de 31 de dezembro deste ano, a pontuação passará a ser de 86/96. É preciso cumprir o tempo mínimo de contribuição de 30 anos, para as mulheres, e 35 anos, para os homens. Quem se enquadra nessa regra tem direito a receber uma aposentadoria sem desconto do fator previdenciário.

Na hora de calcular o valor da aposentadoria, o INSS faz uma média salarial que considera os 80% maiores salários de contribuição desde julho de 1994. Se escolher se aposentar pelo fator, o INSS aplica o índice de desconto nessa média. Se esperar atingir os requisitos da fórmula 85/95, a pessoa não terá esse desconto e receberá o valor correspondente à média salarial.

Então, ter direito à aposentadoria integral, sem desconto, não significa necessariamente que o segurado receberá o mesmo valor do último salário que ganhava nem que ganhará o teto previdenciário (R$ 5.645,80, em 2018). 

O valor dependerá de quanto é a média salarial do segurado.

COMO PEDIR

Para se aposentar utilizando o método 85/95, é necessário, primeiramente, saber o tempo total de contribuição. O segurado pode consultar a carteira de trabalho e carnês de contribuição. Outra opção é simular o tempo de contribuição ou verificar o extrato previdenciário (Cnis) no site do INSS ou no aplicativo de celular Meu INSS. Para esse procedimento, será necessário cadastrar uma senha. Também é possível agendar um atendimento em uma agência para solicitar o extrato previdenciário. 

ClaCle ClaCle Preto Couro Preto Chicago ClaCle ClaCle Bota Couro Chicago Bota Bota Couro Bota Chicago Couro Preto O segundo passo é somar a idade com período de contribuição, lembrando que, além da soma, é preciso cumprir o tempo mínimo de pagamentos de 30 anos (mulheres) ou 35 anos (homens). 

Os segurados devem lembrar também que os meses contam na hora de fazer a soma da pontuação. Isso quer dizer que, se a mulher tem 54 anos e seis meses de idade e tem 30 anos e seis meses de contribuição, ela pode se aposentar pela fórmula. Os seis meses da idade mais os seis meses do tempo de contribuição somam um ponto.

Bota Bota Couro Chicago Couro ClaCle ClaCle Preto Preto ClaCle Couro Couro Bota Preto Chicago Chicago ClaCle Bota
Preto Couro Bota Couro ClaCle Chicago Bota Bota ClaCle ClaCle ClaCle Couro Bota Preto Chicago Preto Chicago Couro
Voltar
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Masculino Preto Vigo Sapato Social Social Couro com Sapato Textura Calvest xz8xw40q